Sakanagem com Dilma: saída desembestada pela esquerda!

Ela é Posta, nunca foi destaque de partido algum, nem gerente destacada de nada. Subiu pelas mãos do Nosso Guia, Nossa Boquinha e herdou a estrutura política e os esquemas prontos. E ela vai salvar a pele dos militantes covardes, como anta de piranha.

Itiberê Muarrek | 24.03.2015

É covardia dos “esquerda” jogar em Dilma a culpa pela inoperância de seu governo, bem como da marca arcaica que suas aliança políticas carregam. Tudo foi montado pela dupla Lulla-Dirceu, o bêbado e o equilibrista da máquina estatal tupiniquim. Ninguém, minimamente informado, tem dúvidas quanto quem criou e montou esse monstro político partidário que tomou de assalto as instituições políticas do país.

Mas a culpa é de Dilma para os “esquerda”, cada vez assumem mais essa estratégia para eliminarem o ridículo de terem apoiado o lullismo cegamente por tanto tempo. Está cadavez mais clara essa estratégia, especialmente, depois do brusco movimento de mudança de discurso dos “esquerda” quanto às manifestações de 13 e 15 de março. Como eu tenho mania de ler quase tudo que sai sobre política nas mídias, do Reynaldo Azevedo ao Sakamoto, os dois Amorins, coisas do Brasil 13, ops, 247, a Carta Capital até Veja, percebi a mudança de discurso dos “esquerda” quase como em sincronia, como se tivessem sido bem adestrados ou como se o óbvio se mostrasse de forma inconteste e simultâneo a todos eles.

O texto mais surreal, foi do Sakatudo e não está prosa que tive acesso à partir de link do Facebook. Acessei o post sobre a manifestação do dia 15/03, intitulado “Depende de Dilma” e publicado às 23:25. Fiquei surpreso com tamanha criatividade circular-viciosa com que ele cerca Dilma e tira o seu da reta, ainda mais após acessar outros posts seus em seu Blog como o publicado nesse mesmo dia 15 às 10:07, ou seja, no início da manifestação, onde com o título “A direita ou a esquerda que se expressa pelo ódio e não pelo diálogo” Sakaommm pede paz aos radicais.

Mas fui além, recuei mais um pouco para ler sobre o que ele teria dito sobre a manifestação do dia 13 e achei está pérola Nirvana intitulada “Tolerância nos dias 13 e 15 de março: O outro não é seu inimigo”, publicado no dia 13/03 às 15:21, onde pede tolerância no diálogo e dá outras lições de moral para a “vida em estado manifestação”. Neste ponto, toda a dissimulação se escancara, pela ausência de qualquer informação ou crítica ao evento do dia 13, seus textos pedindo “tolerância e compreensão” até “o Depende da Dilma”.Agora, é com Dilma o problema comum dos “esquerda”. Isso posto, faltava o último ato … Em 17/03, às 16:57, Sakatudo lança o Ato Institucional – 13, escrevendo o post em forma de Lei “Por que fechei meu blog para comentários”. Não aceita mais discussão baixa e nem intolerância em seu Blog sentenciou, o doce agora é só dele... Ele escreve o que quer, como quer, faz polêmica adequada às Homes do UOL e provoca comoção em samaritanos virtuais de todo o país ao colocar Dilma no paredão.

Não gostei. Não tenho apreço a quem muda de opinião para manter sempre a mesma opinião. Não aprecio quem usa da covardia para tirar o seu da reta e usa seus recursos para atrair mais gente para a participar da Farra da Anta. Por bem, a internet abre-se para todos e o que se publica e se reitera se mantém atual quando encontra ressonância.

E o mote “Depende de Dilma” continua nas timelines e é por isso que pretendendo rebater Sakamoto em seu espaço e quando o vi fechado optei por usar as mesmas armas, sendo indiferente ao diálogo e confrontando-o a partir de seu próprio texto.

Vamos agora para a análise do texto prosopopéico intitulado “Depende de Dilma”, onde abaixo de cada parágrafo (do Sakatudo) comento as pataquadas e auto-engano propositais feitas com o objetivo de confundir os leitores.

A cada parágrafo de Sakamoto eu tecerei Comentário sobre seu conteúdo.

Sakaleão da Montanha

DEPENDE DE DILMA (por Leonardo Sakamoto)

LS: Manifestações contra o governo Dilma tomaram ruas e praças de diversas cidades, neste domingo (15), culminando com as 210 mil pessoas ocupando boa parte da avenida Paulista, de acordo com o Datafolha, em São Paulo. Algumas estimativas, baseadas em cálculos das polícias estaduais, apontam para mais de 1,5 milhão de pessoas em todo o país.

COMENTÁRIO: A prosopopéia fantástica começa com “culminando” com as 210 mi pessoas em SP que o Datafolha indica. Culminar, de chegar ao ponto máximo, a menor estimativa se transformou na máxima contagem. SakaDatafolha mostra segurança nessa indicação para em seguida dar “algumas estimativas” baseadas (fumadas?) pela PM que apontam para mais de 1,5 milhào em todo o país.

LS: As manifestações, que foram em sua maioria pacíficas, protestaram contra a corrupção, os desvios na Petrobras, a alta da inflação e dos combustíveis, a falta de ética na política, a culpa do PT, o desenvolvimento econômico pífio e a falta de serviços públicos de qualidade, entre outros temas. O fio condutor, contudo, era a dúvida sobre a capacidade do governo Dilma Rousseff de conduzir o país. Uma grande parte dos presentes pedia a abertura do processo de impeachment contra ela. E grupos bem menores, mas incômodos, reivindicavam intervenção (golpe) militar e reclamavam da “ameaça comunista'' – afinal, há malucos em todos os lugares.

COMENTÁRIO: As manifestações foram em sua maioria pacíficas... como em sua maioria pode significar 50% + 1% , fica aqui o registro da mesma artimanha do 1o parágrafo. Honestidade seria dizer que os Protestos foram pacíficos em quase sua totalidade ! Mais ainda, sem a presença de black-bocks e sem depredação alguma ! Momento honesto, teve grupos minoritários e que incomodaram com a maluquice da intervenção militar etc.

LS: Quem esteve na manifestação na capital paulista, por exemplo, constatou que a maioria dos presentes não pertencia a grupos sociais mais pobres e sim das classes alta e média. Isso não deslegitima a natureza ou invalida a pertinência das reivindicações dos presentes, apenas indica que, a depender do que acontecer com a economia (leia-se “desemprego''), nos próximos meses, o caldo de insatisfação pode crescer ainda mais e protestos se tornarem ainda maiores.

COMENTÁRIO: O problema com escala de valor e referência permanece, a maioria dos protestadores não eram pobres, eram das classes médias e alta ! Cara-pálida nenhum viu tanto rico assim na vida, a maioria era classe média, sim, média-baixa, média, e média-alta, havia gente da classe alta e, certamente em menor número estes que o da classe C presente. Mas, Sakamaritano que é, ele validou o protesto ! Alertou também que se o desemprego aumentar o povão pode entrar.

LS: No começo da noite, quando os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Miguel Rossetto (Secretaria Geral) apresentaram, na TV, as medidas que seriam tomadas para combater a corrupção e a impunidade por um governo assustado com o tamanho dos protestos, um novo panelaço foi ouvido em bairros de várias cidades brasileiras. E parte do governo continua achando que tudo isso é insatisfação de “coxinhas''.

COMENTÁRIO: O auto-engano aqui já não consegue se dissimular... Os 2 Ministros sem gravata e amassados era a própria imagem da derrota, começam mansos, deram uma empinadinha e só... Medidas contra corrupção etc ? De onde ele tirou isso ? Ah, outro blábláblá de intenções iguais as de 2013 que nunca foram pro papel ? Aí, sim.Já disse aqui uma série de vezes, mas nunca é demais repetir.

LS: O segundo governo Dilma Rousseff começou tal como terminou o seu primeiro: de forma muito, muito ruim.

COMENTÁRIO: Sakatudo e não está prosa “reloaded” , ele relembra ao leitor que sempre foi crítico com Dilma e continua firme e forte!

LS: Ela incorre em estelionato eleitoral, pois prometeu um mandato de políticas progressistas em sua campanha à reeleição e, até agora, adotou apenas uma cartilha conservadora. As medidas econômicas que seu ministro da Fazenda, Joaquim Levy, têm tomado poderiam muito bem ter sido adotadas por Armínio Fraga, que seria ministro de Aécio Neves, ou pela “turma do Itaú'', como sua campanha se referia ao grupo de Marina Silva.

COMENTÁRIO: Auto-engano total dele com ele e com os leitores. Aqui a pataquada se dissolve no ar, afirma “ela incorre em estelionato eleitoral, pois prometeu políticas progressistas e até agora só fez coisas conservadoras” … Sempre tão perspicaz o Sakarolha que nesta ele estaria certo, mas não está de novo, pois o verdadeiro estelionato foi o fato das medidas já serem sabidas antes e que é impossível realizar a “cartilha progressista” que ele tanto almeja hegemônica ou absoluta. Estelionato aqui é cobrar algo que ele sabe ser impossível, mas, assim, fica mais fácil “no que se refere” a tirar o seu da reta dizer: “depende da Dilma”.

LS: Ao mesmo tempo, a economia para resolver os problemas de caixa que sua própria gestão ajudou a criar tem sido feita às custas de mudanças em benefícios previdenciários e sociais. Ou seja, da classe trabalhadora em detrimento aos mais ricos. Enquanto isso, taxação de grandes fortunas, de grandes heranças, de lucros e dividendos ainda é especulação.

COMENTÁRIO: Hummm... Esse “ao mesmo tempo” é complexo, Complexo C. Aqui a luta de classes brilha como nunca, os ricos se dão bem e os pobres se ferram... A classe média que se exploda, estímulo a indústria que se exploda, corte de gastos desnecessários que se exploda.

LS: O que Dilma Rousseff esquece é que ela não ganhou o segundo turno por conta do marqueteiro João Santana – que se participou da produção do péssimo discurso difundido em cadeia de rádio e TV, no domingo passado (8), produziu uma piada de mau gosto.

COMENTÁRIO: Aqui um puxão de orelha em Dilma, como se sintetizando tudo que escreveu até então: Ela não ganhou por causa do João Santana ! Ele no máximo faz piada de mau gosto como o discurso do dia 8 passado... Aqui a loucura toma conta do Sakaaluamano, acreditar na “limpeza” do jogo de Dilma e sua comunhão com eleitores progressistas.

LS: Pessoas que não são ligadas ao partido, mas defendem bandeiras de esquerda e enxergavam na continuidade do mandato uma possibilidade maior de diálogo para essas pautas, levaram, junto com organizações e movimentos sociais, a campanha ao espaço público e às redes sociais no segundo turno. Conquistaram votos como o PT fazia antigamente – antes do partido se apegar demais ao poder, apaixonar-se pelo reflexo (mentiroso) do espelho e adotar práticas que antes abominava.

COMENTÁRIO: Sakaaluamano vai ao infinito e além para dentro do próprio umbigo ! E enxerga toda a militância que ganhou a aleição para Dilma dentro de si mesmo, dentro daquele seu buraquinho que é o centro de seu mundo... As ameaças pelo correio de perda de Bolsas, uso dos correios, a fortuna petroleira gasta em campanha com promessas de mais “bolsas e benefícios” , a destruição dos adversários , tudo bobagem e marginal, quem venceu foi o exército progressista que habita seu umbigo !

LS: Essa militância histórica que defende bandeiras ligadas à efetivação dos direitos humanos e os movimentos sociais foram, por vezes, ignorados ou nem mesmo atendidos nos últimos quatro anos.

COMENTÁRIO: Hello, Lênin ! E o roteiro bollywoodiano continua fantástico. A militância histórica que por R$ 50,00 + van e mortadela foi quem venceu as eleições, não foram atendidos nos últimos 4 anos... grave acusação.

LS: Parlamentares representantes do agronegócio, por exemplo, tomaram litros de cafezinho com Dilma, enquanto lideranças indígenas eram atendidas apenas por alguns ministros.

COMENTÁRIO: Ciúmes do cafezinho com Dilma fica latente. Dilma investiu milhares de litros de cafézinhos com o agronegócio, isso sem lembrar dos milhares de litros de dinheiro do petrolão, enquanto os indígenas ficaram a seca com alguns Ministros...

LS: Após a eleição, a grande pergunta era se o governo daria o devido valor a esses grupos, empoderando alas do próprio governo que já tentavam pautar esses temas na agenda e atendendo às reivindicações ou se continuaria levando-os em banho-maria ou ignorando-os em nome da governabilidade – uma palavra tão tosca quanto casuísmo, oportunismo, corrupção e hipocrisia?

COMENTÁRIO: A reflexão e grande pergunta de Sakatudo: os índios e outros movimentos tomarão cafézinho com Dilma neste novo mandato ?

LS: Processos de terras indígenas mofam esperando canetadas presidenciais. A reforma agrária parou. Os trabalhadores rurais e urbanos perdem benefícios. Comunidades tradicionais são expulsas em obras que beneficiam grandes doadores de campanha. A tão sonhada reforma urbana não passou nem perto. O combate ao trabalho escravo está deixando de ser vitrine para se tornar vidraça brasileira. Direitos reprodutivos? Ah, vá! Enfim, a lista é maior que isso.

COMENTÁRIO: O auto-engano total fica bem adequado ao 13o parágrafo, ao 13 do PT, ao 13 de farsa... Aqui ele lista tudo o que o governo não fez de reforma, o que nunca fez, bem como cita o que regrediu … fica bravo, chuta a bola pra longe, ameaça sair do playground e ainda avisa que a lista é maior que isso. Se entendi bem, ele cobra que tudo que nunca foi feito em 4 anos , seja cobrado agora nestes 3 meses e por isso está tudo errado ? E só depende de Dilma que tudo isso comece a se realizar ?

LS: Adotar o que foi prometido em campanha não significaria acirrar os ânimos ou criar cisões. Pelo contrário, seria atuar pela efetivação de direitos fundamentais, por serviços públicos de qualidade, no combate à corrupção e contra os mimos entregues aos financiadores de campanha e uma boa reforma política – o que beneficiaria tanto os que votaram nela, como também em Aécio, em Marina, em Luciana.

COMENTÁRIO: Aqui, Sakatudo entra em nirvana, senta em lótus e dá o recado: era só adotar o que foi prometido em campanha que até os eleitores contra ela seriam beneficiados... vejam, tudo bem à frente do nariz dela, só depende dela.

LS: Iria deixar uma minoria de ultraconservadores, que não gosta de ver direitos garantidos, bastante insatisfeita – para não dizer possessa. Mas seria uma quantidade menor de pessoas do que aquelas que ocuparam as ruas neste domingo.

COMENTÁRIO: Sakacoxa lembra que os ultraconservadores ou os trans-coxinhas não iriam gostas, mas não lotariam a Paulista e se espalhariam pelo país, seriam uma minoria, no máximo lotaria a ciclovia do Haddad da Paulista.

LS: Muitos imaginaram que, com o segundo turno, Dilma daria uma guinada à esquerda. E se enganaram. E se decepcionaram. E mesmo a possibilidade de um governo peemedebista não tem sido suficiente para grupos que lhe deram apoio renovarem totalmente seus votos de confiança. A bandeira da “defesa da institucionalidade'', trazida diante de palavras de ordem de impeachment, é deveras frágil para catalisar esses grupos.

COMENTÁRIO: Sakaaluamano deve ter se baseado demais em algum elemento ilícito neste parágrafo, ele volta pro 2o turno, pede guinada à esquerda, volta aos dias de hoje, coloca o peemedebe no meio, enfia tudo num catalisador, liquidifica e cita impeachment e institucionalidade... Muito loko, muito Sakaloko.

LS: Ela não está sozinha e as manifestações de sexta – significativamente menores que as de domingo – mostraram isso. Mas duvido que sejam suficientes para mantê-la no poder. Por isso, ao contrário de muitos colegas, acredito que a saída para ela ainda é à esquerda.

COMENTÁRIO: Depende de Dilma, ela não está sozinha, o pessoal de 6a feira que lotou só uma pista da ciclovia do Haddad está junto ! Gente boa que tem tempo disponível pra protestar e governar com ela e prometem que por R$ 50,00 a diária + van e mortandela seguem até o fim do governo. Sakaloko pra caramba vê que a diferença do número de pessoas do protesto de 6a e de domingo foi "significamente maiores a de domingo". Aqui a dissimulação vira piada, "significamente" significa , na real, que domingo havia pelo menos 30 VEZES mais pessoas que participaram de graça ! Sakaloko pra caramba ainda vê ideologia progressista no pessoal de 6a e que eles manterão a chama da “esquerda” viva no governo.

LS: Vai depender de seu governo decidir se irá colocar em prática as promessas que vendeu nas eleições para seus eleitores, resgatando, com isso, parte do apoio que se perdeu – o governo deve fazer merecer novamente o apoio dos trabalhadores, que são a verdadeira força deste país. Ou se irá caminhar, com os aliados que restarem, para o buraco.

COMENTÁRIO: O Grand Finale é o resumo lunático da prosopopéia Sakagêniodagarrafa. Vai depender de Dilma entender seu relato e análise, buscar apoio nos índios, progressistas da Une ou do FB, mais a moçada de 6a feira, chamar todos em Brasília e lhes dar milhões de litros de cafézinhos e implementar tudo o que prometeu na campanha. Depende só dela fazer tudo isso, conquistar apoio dos trabalhadores, até os de direita, que nossos problemas se resolvem.

------------------FIM-----------------

É muita covardia o que os mídias-militantes e os patrulheiros-cicloviários das redes sociais estão cometendo com Dilma. Não que ela não esteja envolvida com toda a situação atual, está, sim. Posou de líbera, posou de gerenta, posou de estadista, venceu duas eleições beijando mão de Lulla, e este sempre deixou claro que Ella é Elle, Elle é Ella. São indissociáveis e, portanto, o alvo correto é Lulla.

Mas com Nosso Guia, Nossa Boquinha ninguém das “esquerda” mexe, há muito$ motivos para mantê-lo afastado do centro. A Sakada é esta: “atacar Lulla significa atacar todas as convicções que defendemos e ter que nos colocar ao mesmo lado das alianças arcaicas que Lulla sustentou e foi sustentado”.

A derrocada do lullismo ainda não é total por esse papel subserviente que a militância pratica nas mídias virtuais imputando a Dilma o papel de vilã. “Se Dilma fizesse isso ou aquilo”, “Dilma deve estar fazendo tudo errado porque sua estratégia evoca um acerto final absoluto... “.

É, Dilma, depende só de você ! E se Dilma não fizer tudo isso, o sonho da esquerda terá que removê-la para que outro assuma e faça tudo isso que Sakatudo falou e disse.

Que beleza ! Está tudo errado, Sakatudo coloca a culpa em Dilma e sai de cena fininho, até dando razão para a direita ou das condições atuais da direita... Mas, não se enganem leitores eleitores, é tudo encenação de quem está Sakando tudo e só quer livrar a própria cara.

Ridículo.